BLOG TD SYNNEX
O blog dos negócios de TI.

3 previsões de privacidade para os próximos anos

As violações de dados estão aumentando. O que esperar para os próximos anos? Confira as principais previsões de privacidade para ficar de olho. 

Com o aumento constante das violações de dados e os custos associados a elas, a segurança dos dados tornou-se uma prioridade para empresas em todo o mundo. 

Estudos recentes revelam um cenário alarmante: as violações de dados mais que triplicaram entre 2013 e 2022, comprometendo 2,6 bilhões de registros pessoais.  

Em 2023, as métricas continuaram piorando. Houve um aumento significativo de 15% no número de violações e no custo médio global de uma violação de dados — em relação aos últimos três anos, essas práticas maliciosas atingiram US$ 4,45 milhões, segundo a IBM 

Diante desse cenário preocupante, mais da metade das organizações mundiais está planejando aumentar seus investimentos em cibersegurança para assegurar a privacidade dos dados críticos. Isso inclui proteções robustas contra violações de dados na Nuvem, como criptografia de ponta a ponta e várias outras soluções. 

Mas, afinal, enquanto as ameaças cibernéticas continuam crescendo, o que podemos esperar para os próximos anos? Quais são as previsões de privacidade? Veja três tendências apontadas pela Kaspersky: 

Três previsões de privacidade para ficar atento:

1. Necessidade de expandir o conceito de dados privados

Embora muitas empresas não estivessem considerando os dados de fotos, vídeos e voz como informações críticas, essa prática está mudando significativamente neste ano.  

Isso se deve ao fato de que o cenário de ameaças está evidenciando uma crescente exploração de dados biométricos por cibercriminosos que criam voicefakes e deepfakes que imitam, quase perfeitamente, sons, vídeos e expressões legítimas de pessoas. 

O surgimento e a sofisticação dessas ameaças virtuais têm destacado a urgência de promover e adotar medidas reforçadas para proteger essas informações e mitigar os riscos. Ou seja, chegou o momento em que as empresas devem considerar expandir seu conceito de dados privados.  

Leia mais sobre segurança de dados: descubra como manter os dados protegidos em 2024. 

2. Surgimento de novos desafios com o uso de Wearables

A virtualização está acontecendo e cada vez mais usuários estão conectados aos seus smartphones, smartwatches e outros dispositivos.  

No entanto, com os wearables (os chamados "dispositivos vestíveis”), ganhando popularidade no mercado, como os óculos inteligentes equipados com câmeras e microfones, por exemplo, novos desafios de privacidade tendem a surgir nos próximos anos. 

Em fevereiro deste ano, a Apple lançou seu primeiro óculos de realidade mista, o Vision Pro. O objetivo do aparelho é combinar o conteúdo digital com o espaço físico, permitindo que as pessoas naveguem por seus sites e aplicativos favoritos usando as mãos, olhos e voz em qualquer lugar, dimensionando-os de acordo com suas necessidades.  

O dispositivo inteligente, que vendeu mais de 200 mil unidades desde seu lançamento, possui recursos de segurança integrados para proteger os dados e a privacidade de cada usuário, visando minimizar a quantidade de informações disponíveis para outras pessoas. 

No entanto, apesar de muitas marcas estarem preocupadas com essa questão, não há garantias de que a privacidade dos consumidores esteja realmente protegida. Além dos usuários precisarem seguir boas práticas de segurança, o debate sobre esse assunto continuará acontecendo ao longo dos anos. 

Fazer cursos

Leia também: 8 maneiras de prevenir a violação dos dados

3. Implementação de novos padrões de privacidade

A rápida evolução de tecnologias emergentes, como a Inteligência Artificial Generativa, e a coleta e processamento de dados aumentando ressaltam a necessidade de implementar novos padrões de privacidade em 2024 e nos próximos anos. Isso ocorre porque empresas e usuários estão cada vez mais expostos a potenciais violações de segurança. 

A adoção de novos padrões de privacidade é uma medida crucial para proteger os direitos individuais, garantir a conformidade, fortalecer a cibersegurança e promover a confiança no uso dessas tecnologias. Essa abordagem não apenas beneficia os usuários finais, mas também permite que as empresas prosperem em um ambiente digital cada vez mais complexo e regulamentado. 

Aproveite também para descobrir quais os principais riscos e os cuidados que as empresas precisam tomar para promover privacidade de dados. 

Em resumo, as previsões para a privacidade destacam a importância de abordar questões como a expansão do conceito de dados privados, os desafios trazidos pelo uso crescente dos wearables e a necessidade de implementar padrões de privacidade atualizados.  

Essas previsões enfatizam a importância de adaptar-se às mudanças no ambiente digital e fortalecer as soluções de cibersegurança para garantir a proteção adequada dos dados. 

80f01a82-lp-digital-02_10000000lr0gn000000028
ESPAÇOS DE TRABALHO DIGITAIS. CONHEÇA TUDO SOBRE ESTA NOVA ESTRATÉGIA COLABORATIVA.

Escreva seu comentário

Posts relacionados

Tudo o que você precisa saber sobre Data Clean Rooms (DCR)

Entenda o que é Data Clean Rooms (DCR) e descubra como esse conceito pode agregar valor aos clientes da sua revenda. 

Ataques de Phishing via QR Code: o que são e como mitigar os riscos?

Descubra o perigo dos ataques de phishing via QR Code e quais são as melhores práticas para os clientes da sua revenda evitá-los. 

8 boas práticas para lidar com um ataque de ransomware

Saiba o que fazer caso um ataque de ransomware aconteça.