BLOG TD SYNNEX
O blog dos negócios de TI.

Como auxiliar os clientes a escolherem a nuvem certa para os seus negócios?

As empresas precisam avaliar alguns critérios para definir qual a melhor tecnologia de nuvem para os seus negócios. Saiba mais sobre o assunto! 

Cada vez mais empresas estão migrando seus negócios para a tecnologia de nuvem, devido às inúmeras vantagens proporcionadas por ela. O Gartner prevê que até 2024, cerca de 70% das cargas de trabalho estejam na nuvem e até 2027, essa tecnologia será difundida e trará ainda mais flexibilidade e inovação para as empresas. 

Neste conteúdo você lerá os seguintes tópicos: 

  • Como funciona a tecnologia de computação em nuvem?  
  • Como escolher a melhor tecnologia de nuvem para seus clientes? 

Armazenamento de arquivos, segurança, acesso facilitado em qualquer ambiente e processamento de dados por meio da internet são alguns dos fatores que nos ajudam a entender porque a computação em nuvem (ou Cloud Computing) se tornou tão importante para as organizações. 

Um dos grandes desafios enfrentados pelas empresas, no entanto, é identificar a melhor solução para os negócios. Não basta somente contratar qualquer serviço de nuvem e migrar os dados para ela. É preciso avaliar uma série de critérios e, a partir daí, definir a estratégia ideal. 

Leia também: 

Para auxiliar nessa missão, preparamos um conteúdo completo sobre o assunto. Confira a seguir: 

Como funciona a tecnologia de computação em nuvem? 

Existem três tipos principais de modelos de serviço em nuvem: SaaS, PaaS e IaaS.  

O tipo mais implementado nas empresas costuma ser o SaaS (Software como Serviço), um modelo de distribuição de software que oferece à empresa acesso facilitado ao aplicativo de software. Ele pode ser acessado de qualquer lugar, usando qualquer dispositivo que esteja conectado à internet, por meio de um sistema ou via navegador.  

Já o modelo PaaS (Plataforma como Serviço) fornece aos desenvolvedores uma liberdade para que eles possam criar aplicações personalizadas para o negócio. Além disso, o provedor da nuvem fica responsável pela manutenção da rede, dos servidores, do sistema operacional e por promover segurança. 

Há também o modelo IaaS (Infraestrutura como serviço) que se refere a um melhor controle dos recursos de tecnologia baseados em nuvem. Ao mesmo tempo em que a empresa usufrui dos serviços, ela também fica responsável pelo gerenciamento da plataforma e do software. 

Para entender mais detalhes sobre os tipos de serviços, leia o conteúdo abaixo: 

Após entender como esses modelos da tecnologia de nuvem funcionam, chegou a hora de saber quais critérios são cruciais para definir a melhor opção para os negócios de cada cliente de sua revenda de TI. Saiba mais:  

Iniciar minha jornada

Como escolher a melhor tecnologia de nuvem para seus clientes? 

Para escolher a melhor tecnologia de nuvem, sua revenda de TI deve auxiliar os clientes a considerarem alguns pontos. Confira a seguir:  

Avaliar cautelosamente as necessidades do negócio — É essencial que as organizações pontuem o que é mais importante para o seu negócio e, sobretudo, entendam quais são os objetivos de contratar um serviço como esse. Desse modo, sua revenda pode avaliar qual tipo de solução em nuvem será ideal para atender demandas e otimizar processos, como o armazenamento e processamento de dados, por exemplo. 

Dar prioridade para a segurança — A migração de cargas de trabalho e de informações corporativas para uma nuvem é desafiadora e deve ser feita com cautela, visto que há muito a perder caso ela não seja segura. Por essa razão, as empresas também devem avaliar os fornecedores e entender, mais afundo, como eles funcionam e como promovem a segurança adequada para manter todos os dados protegidos contra ciberataques, invasões e outras ações maliciosas. Logo, é papel da revenda orientá-los sobre todos os cuidados e ferramentas utilizadas para garantir a proteção dos dados dos clientes. 

Analisar os tipos de Cloud Computing fornecidas — As empresas devem acompanhar todos os detalhes sobre os três tipos de nuvem que podem ser contratadas para definirem a melhor opção: a nuvem privada, pública ou a híbrida. Ambas carregam características bem divergentes e, por essa razão, devem ser analisadas.  

As empresas que desejam ter a sua própria nuvem de servidores e softwares, sem pontos de acesso público, podem recorrer a nuvem privada, por exemplo, já que a nuvem pública é constituída por diferentes empresas que podem usá-la ao mesmo tempo, porém de maneiras isoladas, e a nuvem híbrida é composta por duas ou mais infraestruturas distintas que permanecem como entidades únicas.  

Em conclusão, as mudanças desencadeadas no mercado têm levado cada vez mais empresas a migrarem suas cargas de trabalho e dados corporativos para um ambiente mais flexível, prático, facilitado e descentralizado como a nuvem. No entanto, muitas delas não sabem qual modelo de Cloud é o ideal para seus negócios, por isso, sua revenda de TI deve estar preparada para identificar qual a melhor opção para cada cliente. 

A tendência vem se expandindo ao longo dos anos e tende a se fortalecer ainda mais no futuro. Mas antes de contratar qualquer serviço de nuvem, é preciso ter a consciência de que não basta somente contratar qualquer solução e sim considerar diversas prioridades e critérios para definir a melhor abordagem, priorizando sempre a segurança dos dados e a otimização das atividades.  

80f01a82-lp-digital-02_10000000lr0gn000000028
ESPAÇOS DE TRABALHO DIGITAIS. CONHEÇA TUDO SOBRE ESTA NOVA ESTRATÉGIA COLABORATIVA.

Escreva seu comentário

Posts relacionados

Por que seu cliente deve investir em backups inteligentes?

As empresas estão lidando com dados e ameaças cibernéticas que visam roubá-los. Por isso, protegê-los é essencial! Entenda a importância de um backup inteligente. 

5 desafios a serem superados pelos gestores de nuvem

Entenda quais dificuldades os gestores de nuvem têm enfrentado nos últimos anos para ofertar as melhores soluções. 

Segurança na nuvem: desafios e prioridades para proteger dados

Entenda como ajudar seus clientes a promoverem a segurança na nuvem!