BLOG TD SYNNEX
O blog dos negócios de TI.

5 tendências do trabalho híbrido que as empresas precisam considerar para o próximo ano

Acompanhe 5 tendências do trabalho híbrido:  

O trabalho híbrido se consolidou na pandemia. Devido ao distanciamento social, as empresas precisaram investir em soluções ágeis e facilitadas para dar continuidade às atividades sem expor as equipes aos riscos de contágio do vírus. 

Embora tenha sido crucial em meio a esse cenário de crise, o modelo de trabalho, que muitos acreditavam ser passageiro, mostrou que chegou para ficar e vem sendo apontado como uma das principais tendências para as empresas nos próximos anos.  

Neste artigo, você acompanhará os seguintes tópicos: 

  • O que é o trabalho híbrido?  
  • Quais as tendências do trabalho híbrido? 

Continue acompanhando o conteúdo. 

Várias pesquisas mostram que a perspectiva do usuário mudou após o Coronavírus. Ao experimentarem o trabalho híbrido, muitos colaboradores enxergaram a oportunidade de trabalhar de um jeito diferente, com mais qualidade de vida e conforto.  

Em 2020, esta modalidade era uma opção para apenas 3% dos trabalhadores na América Latina. Atualmente, esse número está entre 20% e 30%. Analisando o número de pessoas que buscam postos de trabalho remoto, entre 2019 e 2021 houve um aumento de 340%.  

Ter disponibilidade para trabalhar na modalidade híbrida já se tornou um requisito de muitos profissionais. Isso significa que as corporações que não investirem nessa modalidade, poderão perder colaboradores qualificados.  

Leia outros conteúdos relacionados ao trabalho remoto: 

Em uma pesquisa global da força de trabalho patrocinada pela Cisco, apenas 9% dos trabalhadores disseram que preferiam retornar ao escritório 100% do tempo após a reabertura dos escritórios. 

Por essa razão, as empresas agora devem se ajustar à nova realidade. A 20ª edição do ICRH (Índice de Confiança Robert Half) identificou que cerca de 57% dos recrutadores afirmam que as instituições devem adotar esse modelo daqui para frente.  

A nova pesquisa de tendências de trabalho da Microsoft também trouxe dados interessantes: 58% dos profissionais estão considerando mudar para o trabalho híbrido ou remoto ao longo dos próximos anos.  

Vamos entender mais detalhes sobre o assunto? Acompanhe o artigo:  

O que é o trabalho híbrido? 

Trabalho híbrido é uma abordagem que combina a jornada remota com a presencial. Deixando o tradicionalismo de lado, o modelo oferece mais flexibilidade para o colaborador, permitindo que ele trabalhe de qualquer lugar, alternando entre os dias de atuação no escritório e remotamente, seja em casa, em uma cafeteria ou qualquer outro ambiente de sua preferência. 

Para que essa metodologia funcione é preciso que tudo aconteça de comum acordo, definindo quais dias o funcionário precisa estar presencialmente na empresa e alinhando outros pontos.  

A força de trabalho híbrida também promove experiências simples, seguras e confortáveis, usando a tecnologia como principal aliada.  

Sem dúvidas, a metodologia pode ser uma alternativa bem-sucedida e produtiva tanto para as instituições quanto para os colaboradores.  

Certifique-se!

Quais as tendências do trabalho híbrido? 

Existe muita expectativa frente ao que o trabalho híbrido pode proporcionar no futuro. Por isso, as empresas precisam ficar atentas as tendências que estão surgindo, como:

1. Surgimento de novas ferramentas de colaboração e atualizações das existentes 

As ferramentas de colaboração são imprescindíveis na jornada híbrida. Os colaboradores podem se comunicar em tempo real, acessar documentos e acompanhar os projetos que estão sendo desenvolvidos, de uma maneira confiável, segura e ágil.  

Para os próximos anos, a tendência é que novas soluções surjam, enquanto as que já estão sendo utilizadas passem por atualizações inteligentes para atender às necessidades e demandas que surgirão. 

Além disso, as corporações devem repensar os aplicativos adotados para obter maior controle e visibilidade, sem esquecer de acompanhar a evolução das ferramentas de colaboração se quiserem aproveitar todas as vantagens oferecidas por elas. 

2. Funcionários exigindo opções flexíveis de trabalho

Grande parte dos funcionários estão colocando o trabalho híbrido como prioridade e até cogitam se desligar de uma empresa caso ela não ofereça essa opção. 

Os dados mostram como a metodologia tem mudado o comportamento das pessoas: 73% dos funcionários preferem ações flexíveis como condição de trabalho, segundo a Statista. 

Uma pesquisa realizada pelo Great Place to Work (GPTW) com mais de 2 mil pessoas constatou que 64,7% dos colaboradores optam pelas jornadas híbridas, ante a 16,4% que escolhem o modelo 100% remoto e 11,3% que querem trabalhar totalmente presencial.  

As instituições que não quiserem implementar esse modelo de trabalho em seu negócio correrão o risco de perder profissionais qualificados.

3. Empresas focando no bem-estar das equipes

A pandemia agravou a saúde física e mental de muitas pessoas. Por essa razão, a preocupação com o bem-estar triplicou em 4 anos, mostrando que os usuários estão cada vez mais focados em qualidade de vida.  

Devido a essas questões, reconhecer os esforços dos funcionários, estabelecer cargas de trabalho mais responsáveis, adotar melhores práticas e oferecer suporte emocional às equipes é uma estratégia fundamental para as empresas.  

4. Reforçar a segurança em todos os aspectos

Além de ser uma prioridade no trabalho híbrido, a segurança também é um desafio.  

As instituições precisam estabelecer uma conectividade confiável e segura para garantir que as equipes trabalhem com confiança independentemente do lugar. 

Além disso, é fundamental que as empresas apliquem políticas de segurança em todos os espaços de trabalho: escritórios, micro escritórios, filiais e outros. Os dispositivos também devem receber a atenção necessária para promover a segurança.  

A tendência é que as corporações priorizem e invistam fortemente em segurança, focando sempre mais em tecnologias e serviços como Zero Trust, Cloud Security, dispositivos de Internet das Coisas (IoT), Full-Stack Observability, borda de serviço de acesso seguro (SASE) e várias outros. 

5. Transformar a infraestrutura das corporações

Será preciso transformar a rede para comportar o modelo de trabalho híbrido. As empresas devem reinventar toda a sua infraestrutura, como as redes de acesso, os dispositivos, aplicativos e demais serviços para que consigam gerenciá-los na nuvem pública e nos data centers privados como se fossem uma mesma rede.  

A nuvem híbrida, por exemplo, é uma solução que pode ajudar a atender a essa nova demanda, uma vez que oferece a oportunidade de as empresas acompanharem todos os recursos como se fossem um só e movê-los de um lugar para o outro sempre que for preciso.  

Em conclusão, o modelo de trabalho híbrido se estabeleceu fortemente nas empresas, tornando-se uma das principais preferências dos colaboradores que prezam por flexibilidade, conforto e agilidade para trabalhar de qualquer lugar.  

Para se adequarem a essas jornadas e otimizá-las sempre mais, as instituições devem acompanhar as tendências para o futuro, prezando sempre pela segurança e bem-estar dos colaboradores.  

80f01a82-lp-digital-02_10000000lr0gn000000028
ESPAÇOS DE TRABALHO DIGITAIS. CONHEÇA TUDO SOBRE ESTA NOVA ESTRATÉGIA COLABORATIVA.

Escreva seu comentário

Posts relacionados

Por que sua revenda de TI deve ofertar soluções de observabilidade?


Chegou a hora de oferecer soluções de observabilidade para seus clientes.
 

6 tendências de TI para acompanhar em 2023

O mundo corporativo está sofrendo constantes mudanças e aprimoramentos tecnológicos. Veja 6 tendências de TI que as empresas devem prestar mais atenção em 2023: 

Como o metaverso pode impactar os diferentes negócios?

O metaverso é a principal tendência virtual para os próximos anos. Por isso, as empresas precisam se adequar a ele. Veja como a tecnologia pode impactar os negócios: